Empresas de segurança patrimonial: como escolher

Quando se fala em segurança privada é preciso ter em mente quais empresas de segurança patrimonial deve-se escolher. Esta precisa estar apta para prevenir riscos e intervir em situações críticas, evitando possíveis conflitos, assegurando e prevenindo o patrimônio humano e físico de seus clientes.  Sua proposta visa identificar situações de risco, prevenindo e inibindo ações de criminosos em ambientes residenciais ou comerciais. Esse tipo de serviço requer bastante preparo dos profissionais que estiverem exercendo a função e costuma ser procurado como solução para complementar a segurança pública, fornecida pelo governo.

O QUE OBSERVAR NA HORA DE COMPARAR EMPRESAS DE SEGURANÇA PATRIMONIAL

Antes de contratar empresas de segurança patrimonial, é preciso atentar-se a algumas condições importantes que podem já fornecer indícios de que você está contratando uma empresa irregular e poderá sofrer as consequências num futuro breve. O primeiro ponto é atentar-se se a empresa está autorizada a exercer o serviço da qual ela será designada, além dos cuidados com a documentação e certificações.

A empresa e os profissionais que nela trabalham devem conter certificações específicas do segmento, como por exemplo, o alvará de revisão de autorização e também de revisão de funcionamento fornecido pela Polícia Federal; certificado de segurança fornecido anualmente pela Polícia Federal; certidões negativas de INSS, FGTS, Impostos Municipais, Estaduais e Federais; além de comprovar o recolhimento da contribuição sindical, o GRCS.

SERVIÇOS OFERECIDOS PELAS EMPRESAS DE SEGURANÇA PATRIMONIAL

As empresas de segurança patrimonial podem e devem prevenir qualquer tipo de delito, roubo ou furto de pessoas ou locais, garantindo a integridade física das mesmas. A atuação, que pode ocorrer em ambientes abertos ou fechados, é executada por profissionais de segurança privada que estejam aptos para a função, desde que tenham sido aprovados pela avaliação psicotécnica autorizada pelo Estado e bem treinados para a função, podendo contar com porte ou não de armas de fogo. Também há os serviços de segurança, portaria, limpeza e controladores de acesso, preparados para a função.

PORQUE A SEGURANÇA PATRIMONIAL SE COMPLEMENTA À SEGURANÇA PÚBLICA

A segurança é considerada uma das maiores preocupações dos brasileiros, visto que o efetivo policial é reduzido versus às demandas de criminalidade e incidentes frequentes nas cidades e estados, muitas vezes não solucionados. Além disso, dados divulgados em 2015 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trouxe um total de um PM para cada 473 habitantes no Brasil.

Com baixo efetivo, aumento da criminalidade, a população têm a sensação de insegurança e acaba optando pela contratação de serviços terceirizados de segurança, capaz de amenizar um pouco do seu sofrimento, ocasionado pela sensação frequente de se sentir desprotegido e vulnerável. O serviço de segurança privada complementa-se ao serviço oferecido pelo governo, visto que a segurança pública não pode adentrar residências ou propriedades privadas em situações de emergência.

Buscando tranquilidade na sua residência ou na sua empresa, sem preocupar-se com sair ou adentar os locais, você pode contar com empresas de segurança patrimonial como a CADIZ. Entre em contato agora mesmo com a nossa equipe e consulte condições, clicando aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *